Evite ter sardas no verão!

 

Foto: Divulgação RBS

As sardas são pólos de concentração de melanina visíveis em pessoas de pele muito clara. O surgimento de sardas é, na maior parte das vezes, um fator genético. As pintinhas começam a aparecer aos cinco anos de idade e se concentram no rosto e na parte superior do corpo – braços, antebraços e mãos. Mas a exposição solar também pode ser responsável pelo aumento das sardas no corpo. E como toda alteração causada pelos raios UVA e UVB na pele, é preciso ter cuidado.

O filtro solar é o maior aliado na diminuição do aparecimento de novas sardas. Outra função do protetor é evitar que as já existentes escureçam mais ainda durante o verão. Ao contrário do inverno, quando as manchas costumam clarear e até mesmo sumir, no verão a produção de melanócitos é ativada.

A dermatologista Flávia Rosseto indica o uso constante do fator de proteção solar acima de 30, especialmente para pessoas ruivas e loiras.– Raramente as sardas em si se transformam em câncer de pele, mas como estão presentes em pessoas claras é bom ter cautela

.O tratamento para controlar as manchas pode ser feito de duas maneiras. Em casa, com o uso de algumas substâncias, como cremes com ácidos despigmentantes e protetor solar.

No consultório dermatológico é recomendada a aplicação do peeling de cristal e da luz intensa pulsada.– No verão, o tratamento pode ser feito desde que a pele não esteja bronzeada ou que não se vá tomar sol nos dias seguintes. Isso para garantir que o efeito do tratamento seja o esperado – afirma a médica.

Texto: Maria Paula Letti

Eu, tenho cada vez mais sardas nos ombros, nos braços e no colo.

A cada verão que passa, me olho e vejo que por mais filtro solar que passe, eu sempre tenho sardas. Umas menores, outras maiores…

Não acho feio, mas incomoda.

E vocês meninas, já tiveram ou tem sardas ? Contem pra nós!

Beijos queridonas!

Pri*****

Obrigada por acessar o Shampoo de Laranja!