Escolhendo a tintura para retocar os cabelos-em casa

 

Oi gurias!

Nem sempre a grana tá sobrando para irmos ao cabelereiro  para fazer o retoque da raiz do cabelo, não é mesmo?
Para quem usa cabelos escuros (como eu), fica mais fácil fazer o retoque em casa.
Já, cabelos claros, merecem atenção e na maioria das vezes, a cor fica desigual. Então, melhor  ir ao cabelereiro, neste caso.

Como meu cabelo está castanho bem escuro (3.0) , e o meu cabelo natural é 5.0 (castanho claro) e os branquinhos começaram a crescer também, tenho que retocar minha raiz a cada 20 dias aproximadamente.
Geralmente, compro minhas tinturas em lojas de produtos  para cabelereiros e uso marcas como Matrix, Majirél, Color Prefect, Color Touch ou Richésse. Estas tinturas custam cerca de R$ 23 cada, e temos que comprar a emulsão separadamente, e varia de R$ 2,90 a R$ 7 dependendo da marca escolhida.

Eu estava com preguiça de ir até o centro de Porto Alegre comprar uma tintura profissional, e resolvi ir ao Carrefour que é mais perto do trabalho,  e comprar uma tintura no supermercado mesmo.

Olhei e na prateleira haviam várias marcas, mas para escolher a marca, pensei nos prós e contras a seguir: 

Preços com base na minha pesquisa em Porto Alegre,RS. Quadro comparativo com base na minha opinião pessoal.  

Baseada na minha experiência com cada uma das tinturas listadas acima, decidi escolher a Preference da L’oréal, que deixa os cabelos brilhantes e tem  os tons castanhos mais bonitos. E realmente são  castanhos, não preto. O preço varia entre R$ 18 e R$ 23, em média).

Comprei a cor Castanho escuro (3.0)


Gosto desta marca também porque o kit para colorir em casa, é bem completo: 

Tintura, emulsão, luvas, foiheto explicativo e tratamento de brilho. As luvas são de látex, bem resistentes, não aquelas descartáveis que sujam toda a mão da gente na hora de aplicar.

Desde que conheci o Remotex da Rishon Cosméticos, não abro mão de usá–lo antes da tintura, para não manchar a testa e as mãos com a tintura. Primeiro, passo com um algodão, na testa e nas mãos. E em volta das orelhas e na nuca também. 

Após, retoco as raízes, deixo a tintura por 30 minutos e somente nos 5 minutos finais, espalho a tinta no cabelo inteiro. Assim, evito acúmulo de tinta e cabelo mais claro na raiz e mais escuro nas pontas.

Ao final, ganhei cabelos bem brilhantes, com uma cor bem bonita e uniforme, e o melhor: sem gastar fortunas.

É claro que eu quero muito clarear meu cabelo para o verão que se aproxima, mas meu cabelo ainda tem resíduos de químicas e por isso, os fios ficam porosos e junto com o descolorante, elásticos, quebradiços.

Neste caso, optei pelos fios escuros, porém saudáveis. Mas a vontade de clarear, permanece.

E vocês, costumam retocar os cabelos em casa ou no salão?

Qual sua marca de tintura favorita?

Um beijo,

 



Obrigada por acessar o Shampoo de Laranja!