Sabe como é perder a sua casa e ver sua cidade destruída?

em Sem categoria

 

Quando a gente é jovem, como eu sou, temos uma imagem formada em  nossa mente,de que não importa o que aconteça nossa casa, onde crescemos é nosso porto seguro. Eu por exemplo, sai de casa, vim morar em São Paulo, mas eu sabia que se qualquer coisa desse errado eu poderia voltar pra minha casa, onde eu cresci, onde eu tenho todas as minhas lembranças. Em Nova Friburgo.

Era uma vez uma cidade serrana, muito bonita. Fazia um friozinho muito gostoso lá, que apesar de atacar minhas alergias, eu gostava muito.

Imaginem falar com sua mãe e descobrir que ela teve que sair de casa por que essa foi interditada pela defesa civil. Sua casa, seu porto seguro. Por que se não parar de chover uma barreira pode chegar até ela, e daí você começa a pensar, ONDE minha família vai morar?

O que vamos fazer se perdermos tudo que temos? Por que aquela casa é tudo que temos.

Agora imaginem o meu alívio quando soube que minha família estava bem, e o meu desespero ao saber do restante das notícias.
Minha avó e meu avô construiram no nada uma casa para eles e pra gente, e agora tiveram que abandoná-la. Eu sei que aquela casa era a maior conquista  do meu avô, que sempre se orgulhou muito de fazer as coisas ele mesm.
E daí ouvir meu irmão me dizer que minha avó saiu e casa sem conseguir parar de chorar.

E daí eu penso na minha amiga, que casou há 3 anos, e estava na casinha dela, e a água entrou e levou tudo que ela tinha. Ela perdeu tudo!
E na minha outra amiga que estava operada em repouso em casa, quando a casa caiu e feriu ela e os filhos.

E no meu tio e na minha tia que morreram soterrados. E no meu outro tio que também morreu num desabamento, mas felizmente a esposa conseguiu sair a tempo de casa e está viva.
E em todos os meus amigos e conhecidos que perderam não só a casa, mas alguns entes queridos e outros a vida.
Fora os que eu nem de perto tenho notícias, e não consigo entrar em contato.

Nesse site aqui tem fotos de antes e depois, dos lugares como eram antes, e como ficaram agora como essa foto acima. Como a Vivi disse, inacreditável.

Como eles vão reconstruir? Não sei. Esse daí é o centro da cidade. Não são apenas bairros, mas o centro também está destruído. Como meu irmão me disse, a cidade acabou.

Muitas de vocês sabem que eu não gosto de falar da minha vida pessoal aqui no blog. Mas em muitas noites que eu não dormi por que não conseguia parar de chorar, e esse post era tudo que eu pensava para me aliviar.

Eu tento pensar positivo, e tentar arrumar soluções. Mas por enquanto tudo que posso fazer é orar a Deus e pedir que por favor ele ajude e que pare de chover para a situação se estabilizar e podermos começar a pensar no que fazer agora.

Na cidade não tinha luz, já foi reestabelecido de alguns bairros, não tinha água, muitos continuam sem. Telefone só no centro. E a maioria dos celulares não funcionam.

Falta comida, roupas, suprimentos, falta tudo. Mas eles estão se virando.
E a gente aqui reclamando que não comeu o que queria no almoço né? Ou falando futilmente de outras coisas Aqui eu deixo um apelo para todas as nossas leitoras, nossos parceiros, anunciantes, para todos que nos lêem. Façam o possível para ajudar a quem precisa. Não precisa ser da minha cidade, afinal muitos lugares estão precisando de ajuda agora.Mas façam o que puderem.

Precisamos de vocês.