Uma série que está desbancando Revenge (no meu coração): Forever

em Celebs

Já vi os dois episódios da quarta temporada de Revenge, e vou dizer que se o autor não se achar loguinho, a série vai ficar uma porcaria, como foram os dois primeiros episódios, na minha modesta opinião. Hoje vou baixar o terceiro episódio e ver se vai melhorar alguma coisa. Vou dar mais uma chance para minha amiguinha Emilly!

Mas a série que tem prendido minha atenção, tem um teor digamos, menos  vingativo. Forever é a minha série mais queridinha do momento.

A série acompanha a vida do médico (gato!) legista Henry Morgan, que está vivo já faz 200 anos e que estuda com afinco as causas das mortes e quer entender o motivo pelo qual ele não morre. Com habilidades de quem estuda corpos humanos a tanto tempo, ele impressiona por suas autópsias, ajudando a desvendar crimes e impressionando seus parceiros de trabalho na polícia.

Eu diria que é um misto de Homem Bicentenário com C.S.I, mas com uma leitura mais moderna. O legal é que ninguém sabe que ele é imortal, a não ser um cara, que liga pra ele de vez em quando, sem se identificar e diz que é imortal igual a ele, que vive também a bastante tempo. Mas até agora o tal moço não se identificou.

E  na série, acompanhando, vocês vão entender que ele cria um filho adotivo, que é bem mais velho que ele, mas é humano, por isso envelhece. Forever é uma série que te prende em  frente à tv, não só para ver o gato em forma de médico, mas para entender a história e ver os crimes mais loucos serem desvendados através das dicas dadas pelo legista, enquanto a equipe de polícia não estava vendo algumas coisas que só um médico legista é capaz de analisar.

E sim, você já deve ter visto o ator Ioan Gruffudd por aí: ele foi o Senhor Fantástico do filme O Quarteto Fantástico. Agora, em uma versão mais charmosa ainda!

 O seriado passa na Warner  nas Terças feiras (hoje tem, EEEE!) às 22h30. 

Então, se tu não viu ainda, sugiro que sente e dê uma espiada.  Se tu não gostar, pelo menos viu um colírio para os olhos! Hahaha! 

Beijos, Pri.