Vale tudo pela Beleza? Até que ponto você vai?

A semana mal havia começado  e já veio toda enxurrada de notícias em cima da saúde da ex-vice Miss Bumbum, Andressa Urach.  Não estamos aqui pra julgar profissão e polêmicas dela mídia afora, mas o caso da moça vale uma boa reflexão.

Me inteirando sobre a vida dela, descobri que ela sempre se detestou por se achar muito magra, ser piada na escola.

Antes e depois: 

foto 3

Sonhando em ser famosa e ser bonita, Andressa se sujeitou a muitos procedimentos, conforme o gráfico abaixo,  bem como as fotos acima, extraídos do site Ego.

foto 1

Mas e aí, até que ponto vale a pena se submeter a inúmeros processos cirúrgicos, se sujeitar na mão de qualquer médico, utilizar mil substâncias, vários cortes no próprio corpo… Lógico, sou mulher e tem muitas coisas que gostaria de mudar no meu corpo e no rosto.. Queria perder bastante peso, mexer no nariz, seios… Mas tenho muito medo!

Vale  encarar mil mudanças,em nome da vaidade?

Não estamos falando da vida da moça, ou fofocas de sites, mas sim, porque falamos de beleza diariamente por aqui. Se ela é merecedora ou não de qualquer coisa, não cabe a nós julgar, mas sim, ficarmos atentos aos profissionais da saúde que procuramos, conhecer bem o procedimento que podemos fazer.

Na minha opinião, o TUDO PELA BELEZA não vale. E vocês, o que acham disso?

Já fizeram alguma alteração cirúrgica e fariam novamente ou não?

Beijos, Nanda Biazetto

5 comentários Comentar via blog

Comentários via facebook

Comentários via blog

  1. Oi Pri! Olha, eu também se pudesse faria cirurgias plásticas sim! Qual mulher não gostaria de se sentir mais bonita? Todas sim! Mas esta moça agora está pagando um preço muito alto pelo procedimento que fez! Espero de verdade que ela se recupere! Seja o que ela faz para ganhar a vida, eu não a julgo! É uma vida que está em jogo!! Bjs!!

    Responder
  2. Marilia

    Não foi um médico que aplicou esse hidrogel nas coxas dela, e nunca que esse treco “só ia dar problema” 5 anos depois. Esse gel foi tirado de circulação para grandes preenchimentos por não ser seguro anos atrás. Provavelmente ou ela fez recentemente, clandestinamente ou tem alguma história aí.
    Não sei “se vale tudo” pela beleza, muita gente coloca a profissão como justificativa dos procedimentos, mas a verdade é que toda mulher quer estar bonita nem que seja pra si, ganhar a vida pela beleza é uma justificativa muito fútil.
    Antes de um procedimento estético cabe analisar que há riscos pra saúde e pra estética.

    Responder
  3. Só de pensar em ficar com o corpo cheio de cicatrizes,entupido de coisas sintéticas e que de um dia para o outro podem dar tilt,não,muito obrigada!
    E beleza é muti passageira,operadas com mais idade ficam muito es

    Responder
  4. Coitada desta criatura,isto já é quase um clone,de tanta coisa artificial que tem.Só de pensar em ficar com o corpo cheio de substâncias sintéticas e de cicatrizes….medo!Outra coisa,nossa pele,com a idade,não tem o que segure,é só olhar as atrizes muito operadas/tortas ,com a boca sem mexer,os olhos esticados.seios empinados num corpo de 60 anos não tem atrativo nenhum.
    Beleza?
    Que tem tem,mesmo não se adequando a estereótipos,o resto:coitadas!

    Responder
  5. Oi Nanda/Pri;

    acho que não vale tudo pela beleza. Uma amiga minha, com corpo bonito, definido, apenas com algumas “gordurinhas” nas costas que não saiam, fez uma lipo pois não gostava de como ficava as costas qnd ela sentava. Entrou em coma e está com sequelas graves devido a problemas com anestesia. Eu fiz cirurgias estéticas, mas foram de reconstrução nos dedos após um choque quando era criança. E optei por parar os procedimentos quando achei que estava “aceitável”. É visível que sofri algum problema, eles são tortos (unhas tortas, sem sensibilidade, etc). Mas funcionam, quem não repara na mão não percebe. Poderia ter feito mais uma cirurgia pra ficar 70% , mas optei por deixar assim pois achei que a estética não valeria mais uma internação, anestesia, etc. Acho que quando não é algo extremamente necessário, que realmente mexa com a autoestima da pessoa, não é válido. “Orelhas de abano, nariz de tucano, seios disformes, etc”, quando a pessoa realmente julgar necessário, ok, deve fazer. Mas mulheres bonitas, saradas, buscando a perfeição que não existe, já é demais. Devemos é “melhorar” nosso biotipo, e não modificá-lo. Se nosso corpo já é harmonioso, ou se podemos buscar essa harmonia através de métodos não invasivos, não devemos nos submeter a isso. O risco é muito grande, e podemos sofrer as consequencias a vida inteira, enquanto os beneficios nem sempre durarão a vida inteira.

    Responder

Deixe um comentário