Diário de uma balzaquiana- Parte 1: Trabalho

Post por em Desejos

Vou começar a escrever toda a semana sobre um tema para as mulheres, que como eu, chegam na casa dos 30 aos 40 anos e se sentem meio estranhas no meio de tanta informação e tantos padrões impostos pela sociedade. Seja no mercado de trabalho, no amor, no peso, na convivência familiar e muito mais. Vai ter uma tag, então quem quiser buscar pelos posts sobre a nossa vida de “balzaca”, pesquisa aí no blog e vai se divertindo comigo e vivendo nesse mundo doido.

Tenho lido bastante sobre carreira e feito planos para o meu futuro. Aos 34 anos de idade, não posso ou não devo me dar ao luxo de fazer escolhas mal feitas. Tenho me permitido mudar de trabalho quando não estou satisfeita em um, embora até fique apertada financeiramente no início. Mas eu preciso ganhar o suficiente para me manter e ficar presa em um lugar só porque dá status ou porque tenho apego pelo comodismo de ficar ali no lugar de sempre, não me permito mais.

Também vejo todo mundo sendo cobrado, afinal tem que ter mais de uma faculdade, mestrado, pós e afins, falar 3 ou 4 idiomas e ter o passaporte carimbado com cursos no exterior. Até acho bacana, mas não é a minha realidade e eu não posso enlouquecer por isso. Diploma eu queria, não posso negar, de engenharia química. É minha área, no que eu trabalho, mas ainda está distante. Mas também penso que diploma não é garantia de emprego e nem de bom salário. Mas que ajuda, isso é fato.

Há a cobrança de um salário de 4 dígitos pra começar e um de cinco dígitos para se iniciar na vida dos  que “ganham bem”. Mas como que você não ganha mais de 6 mil reais? Com menos do que isso não tem como viver! Parece doido, mas sim, eu já ouvi isso. E de gente que talvez não ganhasse os tais seis mil, mas queria parecer que ganhava. Só que essa pessoa  esqueceu que há milhares de mulheres na casa dos 30 que sustentam famílias com o salário mínimo ou pouco mais que isso. E não é errado ganhar menos. O errado é ganhar pouco para sua função. O salário tem de ser, no mínimo, compatível, pra que haja interesse e vontade de trabalhar. Mas você não  TEM QUE nada. A vida não é um livro de receitas.

Vejo mulheres sendo deixadas de lado no mercado de trabalho porque são mães ou ainda não são, mas estão em idade reprodutiva.Vejo mulheres sendo descartadas nas vagas de entrevista de emprego porque são bonitas demais ou porque são bonitas de menos. Se tiver sobrepeso ou for gorda, isso aumenta ainda mais. Infelizmente, depois dos 30, passam a olhar não só nosso currículo, mas nos julgam pelas nossas escolhas pessoais e por nosso tipo físico.

O mercado está mudando e com o passar do tempo e a chegada de mais mulheres em cargos de chefia, eu acredito que ocorra  a mudança de pensamento das empresas, pois não somos menos que nenhum homem. Acredito em igualdade. Precisamos de mais empatia do mercado de trabalho, que nos avaliem por competência para o cargo que almejamos e não por nossa aparência e número de filhos.

Resenha: Blur Facial Dailus (em bastão)

Vocês devem lembrar que contei que esqueci minhas maquiagens e comprei algumas coisas novas na viagem. Por isso, estou com algumas resenhas novas de make aqui no blog. Tem alguns itens que adorei e outros nem tanto, mas vou falar de todos para contar a minha experiência pra vocês.

Hoje é dia de falar sobre esse blur facial, que deve ser aplicado antes da maquiagem, como se fosse um primer. Segundo a marca, ele deve disfarçar as linhas finas e poros dilatados, além de formar uma película transparente de disfarce óptico que deixa a pele matte e lisa o dia todo.

O que ele cumpre?

Como tenho poros bem dilatados, adoro testar esse tipo de produto, pra ver se resolve isso. Não foi o caso deste Blur da Dailus. Não vi nada de disfarce para os poros, apenas vi resultado na oleosidade da pele, que ficou matte na hora e durou do início da manhã, até o meio da tarde, por volta de umas 16h. Posso dizer que o efeito bem matte durou umas 9h ,mais ou menos, no meu rosto.

Eu já acho bem bom ter o resultado de deixar a pele matte, mas sigo buscando algum que deixe os poros menos aparentes e que não custe muito caro. Comprei depois desse, mais dois primers para testar e assim que tiver opinião formada sobre eles, trago por aqui.

Outro ponto negativo que encontrei foi que ele vai ressecando com o tempo, não a ponto de não conseguir aplicar, mas ele fica mais firme e tem que aplicar com cuidado pra não deixar o rosto vermelho. Custou R$ 39,90 em uma farmácia de Porto Alegre, mas tem para vender em lojas de cosméticos e farmácias de todo país e também online.

Eu adoro os produtos da marca, mas desse eu não gostei tanto assim. Só pra matificar a pele mesmo. Talvez funcione melhor para quem tem poros menos abertos.

Até a próxima!

Resenha: RMC Gold Black Amend (azul)

Post por em Cabelos

Eu andei tentando tirar o preto dos cabelos uns meses atrás, de vez em  quando me dá uma vontade de louca, mas acho que o cabelo preto é quem me faz feliz mesmo, então, vou ficar com ele assim. Mas nessas idas e vindas, eu fiquei com o cabelo muito elástico e antes que ele tivesse um novo corte químico igual ao ano passado, eu resolvi agir e lembrei de uma preciosa dica da minha mãe (que saudade dela!), que usei lá no começo do blog e foi uma das minhas primeiras resenhas.

O kit que falei no começo do blog foi o vermelho da RMC e hoje vou falar do azul o Gold Black RMC da Amend, que repõe não só a massa perdida no cabelo, como também queratina. Era esse mesmo ou eu ia ficar com o cabelo curtinho de novo e todo rebentado. Fui na perfumaria e comprei o kit. Paguei R$ 120 e saí de lá esperançosa em poder pentear meu cabelo sem ele ficar todo na minha mão. Afinal, esse kit repõe cerca de 90% da massa perdida do cabelo e eu já estava desesperada.

O que eu achei desde a primeira aplicação até hoje (dois meses e meio depois)

Desde a primeira utilização já notei a diferença, os cabelos da parte de trás da cabeça já não ficaram mais elásticos. Depois, na outra semana, foram os cabelos das laterias da cabeça que melhoraram e as pontas também. Já estou usando semanalmente e a única parte que ainda resiste um pouco elástica é a minha franja. Acho que foi a parte que danificou mais mesmo, e é a frente do cabelo que recebe o sol e as maiores agressões de chapinha, secador e tudo quanto é processo químico que a gente faz.

Se nada resolver o caso da minha franja , vai ser a tesoura mesmo que irá me ajudar nessa tarefa, terei que cortá-la. Se tem uma coisa que aprendi com o blog nesses 10 anos, foi  que antes um cabelo um pouco mais curto (pra crescer saudável) do que um mais longo e elástico.

Sobre o kit:

O kit RMC Gold Black  vem com um shampoo, uma máscara e o leave-in, esse último, para  para ter a ação mais completa, deve ser ativado pelo secador. Mas ele é tão bom, que tem dias que uso normal mesmo, mas daí o cabelo e principalmente as pontas fica mais rígidas e com aparência de cabelo de plástico. Daí só uso junto com todo o sistema, apenas uma vez na semana.

Princípios Ativos: Queratina Hidrolisada e Bioativo Positivo.

Esse é um kit para reconstrução dos fios, que foram severamente danificados, o que eu sempre faço com meus fios nessa ânsia de mudar de cor de cabelo. Mas estou tentando deixar o cabelo crescer de novo, sem nada de química a não ser coloração, porque não quero meus cabelos brancos aparecendo. Ainda não, pelo menos.

Composição Shampoo:
Aqua, Ammonium Lauryl Sulfate, Cocamide DEA, Ammonium Laureth Sulfate, PEG-150 Pentaerythrityl Tetrastearate, PEG-6 Caprylic / Capric Glycerides, Glycol Distearate, Parfum, Dimethicone, Glycerin, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Coco-Glucoside, Amodimethicone, Hydrolyzed Keratin, Glyceryl Oleate, Glyceryl Stearate, Citric Acid, Butylphenyl Methylpropional, Isocetyl Alcohol, Quaternium-70, Linalool, C11-15 Pareth-7, Hexyl Cinnamal, Laureth-4, Laureth-23, Laureth-9, Glycerin, Trideceth-12, Hydroxyethyl Cetearamidopropyldimonium Chloride, Behenyl Alcohol, Cetearyl Alcohol, Propylene Glycol, Disodium Lauriminodipropionate Tocopheryl Phosphates, Dimethylpabamidopropyl Laurdimonium Tosylate, Benzophenone-3, Benzoic Acid, C12-14 SEC-Pareth-7, C12-14 SEC-Pareth-5, Lauroyl Lysine, Glycine, Acetyl Cysteine, Arginine HCL, Salicylic Acid, Methylchloroisothiazolinone / Methylisothiazolinone, Methylparaben

Composição Máscara Repositora de Massa:
Aqua, Cetearyl Alcohol, Helianthus Annuus Seed Oil, Glycerin, Cyclomethicone, Behentrimonium Methosulfate, Cetrimonium Chloride, Parfum, Corylus Avellana Seed Oil, Isocetyl Alcohol, Quaternium-70, Amodimethicone, Disodium EDTA, Hydrolyzed Keratin, Hydroxyethyl Cetearamidopropyldimonium Chloride, Behenyl Alcohol, Propylene Glycol, Disodium Lauriminodipropionate Tocopheryl Phosphates, Dimethylpabamidopropyl Laurdimonium Tosylate, Benzophenone-3, Butylphenyl Methylpropional, BHT, Linalool, Hexyl Cinnamal, C11-15 Pareth-7, C12-14 Sec-Pareth-7, C12-14 Sec-Pareth-5, Lauroyl Lysine, Glycine, Acetyl Cysteine, Arginine HCL, Laureth-9, Trideceth-12, Benzyl Alcohol, Methylchloroisothiazolinone / Methylisothiazolinone.

Composição Defrizante Protetor Pós- Reposição:
Aqua, Helianthus Annuus Seed Oil, Cetearyl Alcohol, Phenyl Trimethicone, Behentrimonium Methosulfate, Cetrimonium Chloride, Parfum, Polyquaternium -55, Glycerin, Amodimethicone, Hydrolyzed Keratin, BHT, Disodium EDTA, Butylphenyl Methylpropional, Isocetyl Alcohol, Quaternium-70, Hexyl Cinnamal, C11-15 Pareth-7, Laureth-9, Trideceth-12, Hydroxyethyl Cetearamidopropyldimonium Chloride, Behenyl Alcohol, Propylene Glycol, Disodium Lauriminodipropionate Tocopheryl Phosphates, Dimethylpabamidopropyl Laurdimonium Tosylate, Benzophenone-3, Benzyl Alcohol, Alpha-Isomethyl Ionone, Geraniol, Linalool, d-Limonene, Citronellol, C12-14 Sec-Pareth-7, C12-14 SEC-Pareth-5, Lauroyl Lysine, Glycine, Acetyl Cysteine, Arginine HCL, Methylchloroisothiazolinone /Methylisothiazolinone.

Na caixinha do produto, informa que quem desejar, pode passar a chapinha depois de fazer todo o processo,mas eu optei por não passar porque meu cabelo estava muito danificado e a tração da chapinha com calor, ia fazer ele quebrar e aí desisti. Só secador mesmo.

Há meninas que usaram e que dizem que melhor produto para tentar evitar corte químico não há e eu venho aqui no blog dizer que acho o mesmo. Minha máscara já passou da metade, ela é o item que mais  se gasta e o shampoo e o leave-in duram mais. Normalmente o preço só da máscara é R$ 65 em alguns sites e lojas e dá pra comprar separado, mas pra ter o efeito certinho, só usando o sistema todo mesmo, tá!?

Perfumes fresquinhos para todo dia

Aquelas leitoras que acompanham o blog há mais tempo, sabem que meu tipo de perfume preferido é o amadeirado, né? Mas diariamente eu uso também perfumes mais frescos e o pessoal acaba perguntando quais são, e eu falar de alguns. Hoje vou falar sobre   os d’O Boticário. Outro dia falo de Natura e outras marcas.

Eu sei que perfume é uma coisa muito pessoal, cada um gosta de um tipo de fragrância e nem todo mundo gosta de perfumes mais fraquinhos. Eu confesso que só uso durante o dia. Para a noite, gosto dos marcantes.

O Cecita é um perfume bem característico, quando a gente usa todo mundo sabe qual é. Uns dizem que tem cherinho de vó, mas eu amo igual!

Já o Thaty, lembra o frescor da minha adolescência e eu ganhei meu primeiro frasco aos 15 anos. Hoje quase 20 anos depois, ainda não abro mão de sempre ter um frasco dele.

O Floratta In Blue é o mais suave da linha Floratta e para o dia a dia é bem discreto e passa quase despercebido. Pra saber que tu está usando perfume, a pessoa tem que chegar bem perto.

Aqua Fresca é um amor eterno, e tem gente que diz que parece perfume caro. Mas não é, o grandão custa menos de R$ 100! Adoro e tinha um rapaz no serviço do meu marido que dizia que sabia quando era eu que chegava porque no vento vinha o meu perfume. E era o Aqua Fresca. Teve um período que mesmo tendo vários, só usei ele!

Já o Insensatez é um queridão meu, que voltou às lojas faz pouco tempo e na mesma semana que retornou, eu corri para comprar! Dizem que ele é a versão brasuca do CK One da Calvin Klein! Vou confessar que eu também acho!

Vocês gostam de perfumes fresquinhos? Ah, vale ressaltar que neste post, nenhum dos perfumes custa mais do que R$ 100,tá! E quase todos são bem grandinhos, com 100 ml ou mais!