Look da Loka: Vestido Jeans

As férias acabaram, estou de volta ao batente! Foram 11 dias maravilhosos, passeando bastante, e eu trouxe várias dicas de lugares pra compartilhar por aqui. Estava vendo também para mudar o layout do blog, mas por uma falha de comunicação, a menina que estava fazendo achou que eu trabalhava na plataforma blogger e eu trabalho em wordpress. Daí deu problema e seguimos com esse até eu conseguir alguém que troque o lay no wordpress e isso pode levar algum tempinho.

Mas, vamos ao assunto do post, resolvi postar esse look que usei uns dias antes de viajar, porque achei ele prático e usei para dar uma volta no shopping. Algumas pessoas costumam dizer que quem está acima do peso não deve usar vestido, mas eu uso assim mesmo e amo. E amo vestido por um motivo só: a praticidade. Amo poder vestir uma peça só e me sentir arrumada, sem ter que ficar puxando calça, camiseta, mil coisas. No inverno, uso com meia calça.

17862759_1315232291846423_8904707126821014307_n

 

  • Vestido: Hering  (as mangas são longas, mas dá pra usar de dois jeitos, por conta dos botões)
  • Bolsa: Bucket Lorena Schutz 
  • Sandália Jeans: Vizzano 
  • Brincos de argola com brilho: Mil Bijus

Esse vestido  é um modelo mais antigo, deve ter uns dois anos por aí, mas é de um tecido muito bom e nunca desbotou ou desgastou. As minhas roupas são muito bem cuidadas e duram anos. Tanto que tem roupas de veludo que eu ainda tinha no meu guarda roupa  e não precisei comprar para  o inverno e a modinha do veludo que chegou novamente. Minhas amigas ficam pasmas quando uso casacos que dividia com a minha mãe (ela já faleceu há quase 5 anos), e eles ainda parecem intactos. Acho que por trabalhar com produtos químicos, aprendi a usá-los  a meu favor e cuidar melhor das minhas roupas com eles.

Gorda pode usar vestido, magra também. Eu não vou ficar mais magra se usar calças, nem eu e nem você. Cada uma tem um tipo de corpo e tem que saber lidar com ele. Eu gostaria sim de estar mais magra, pois não é toda a loja que tem a roupa que eu quero em tamanho GG, mas vou me reinventando e tentando ver  o que encontro por aí. Nessa viagem, encontrei bastante coisa na Havan e em shoppings de roupas para lojistas, de SC. Depois, vou passar dicas e mostrar algumas coisas que encontrei por lá.

Mas é isso, estamos de volta, com força total, blog ativo novamente.

Gostaram do look?

Beijoca.

 

Máscara e Serum Revitalizador Terapia do Caviar de O Boticário

Post por em Cabelos

Quando eu vi que O Boticário havia lançado uma linha que prometia recuperar os danos do cabelo rapidamente, eu saí em busca de comprar os produtos para testar. Fui na loja do shopping Praia de Belas, estava esgotada, mas como comprei perfume e outras coisas, ganhei uma amostra da máscara pelo menos. Depois que cheguei em casa e usei a amostra,gostei bastante da máscara e saí à caça da tal máscara, que estava esgotada em 5 lojas O Boticário em que estive.

DSCN3651

Daí eu fiquei pensando que era estratégia de marketing boa mesmo ou que o tal pote tinha um milagre dentro, porque era surreal não conseguir encontrar o produto em loja nenhuma. Nesses anos todos de blog, só vi isso acontecer quando lançaram aqueles batons matte da Dailus. Ô coisinha que foi difícil de achar! Mas para minha sorte, liguei no Boticário que fica a 5 minutos da minha casa e a moça tinha uma. UMA MÁSCARA! Eu prometi quase a minha vida pra ela e disse guarda que eu tô indooo! Desci a lomba quase rolando pra chegar mais rápido na loja! Hahaha! 

Cheguei lá, e foi aquela alegria de quem é louca por produtos de cabelo, eu ria sozinha na loja e agarrada no meu pote de ouro máscara, também escolhi levar o sérum, porque gostei das bolinhas brancas dentro do vidro e porque gostei da textura quando a moça deu na minha mão para testar. Queria ter trazido o óleo sólido também, mas esse já não tinha na loja.

DSCN3655

Máscara

Agora falando dessa máscara, que desde a amostrinha que ganhei lá na loja do Praia de Belas, me ganhou… sem dúvidas foi a melhor máscara de cabelo que O Boticário já fez até hoje, pelo menos para os meus judiados cabelos. Eu recém havia desistido de remover o preto dos fios, e meu cabelo estava elástico e poroso. No primeiro uso, já notei uma melhora extraordinária, coisa pra ver e tocar mesmo. Meu cabelo já estava uns 70% menos elástico e a porosidade reduzida em uns 40%. Isso pra uma única aplicação é muita, mas muita coisa. Ainda mais para uma marca que lançou linha nova e que não tem como atividade principal vender produtos de cabelo.

Ela age rapidamente, assim que a gente aplica nos fios, já dá pra sentir que o cabelo recebe os aminoácidos e ao toque, já se mostra muito maleável, aquela coisa “molinha” mesmo, de produto bom,sabe? E ela é bem completa para revitalizar os fios, por isso promete reparar os danos dos 3 últimos processos químicos. Realmente é fora do comum o nível de reparação que ela proporciona. Custa R$ 44,90.

O que tem na linha?

  • Caviar Verde: É uma alga, encontrada nos mares do Vietnã, que tem reconhecidas propriedades reconstrutoras nos cabelos.
  • Proteínas e Aminoácidos: Essenciais para recuperação dos cabelos, que são capazes de reconstruir a fibra já no primeiro uso.

DSCN3656

Sérum Capilar Cauterizador

Eu testei na minha mão, lá na loja e amei a textura. Não se engane pensando que é oleosa, porque não é. Achei que até a pele da mão ficou mais macia na hora e imaginei o que ele fosse fazer pelo meu cabelo. Comprei também. E ele é usado nos fios ainda úmidos, para selar a cutícula do fio, e assim ele fica menos poroso e mais macio ao toque, além de ganhar um brilho incrível. Eu gosto de usar ele e depois secar com o secador, pois o resultado fica ainda melhor.

Mas qual a importância de usar um produto para selar a cutícula do fio?

Com os procedimentos de coloração, mechas, o cabelo acaba ficando áspero, poroso e até mesmo sem movimento. Um produto que repõe as proteínas perdidas no interior do fio, faz com que ele tenha novamente sedosidade, maciez e a porosidade e aspereza não tenham vez no nosso cabelo. E é exatamente isso que esse sérum faz. Por isso todo meu amor por ele, desde o primeiro uso! Custa R$ 79,90.

Eu gostei tanto da máscara que estou no meu segundo pote e vou levar um comigo nessas mini férias de 10 dias, que iniciam amanhã. Assim que eu comprar os outros 3 itens da linha: shampoo, condicionador e óleo sólido, faço a resenha e conto por aqui a minha opinião.

Beijo.

produtocomprado

Dicas sobre bares, baladas e viagens: Jana

Bem, então a Priscila teve a  ideia de me convidar para escrever uma coluna no blog dela sobre lugares que frequento e curto. Uma das piores ideias que ela já teve, coitada! Mas enfim, como diz aquele ditado: cuidado com o que você pede pois pode conseguir. E ela conseguiu.

Expliquei para a Priscila que tenho uma vida bem corrida, e que não conseguiria escrever com regularidade. Se ela aceitasse textos eventuais e com periodicidade de: sabe-se lá quando, eu toparia. A louca aceitou e eu também.
Portanto, primeiro quero deixar claro que não sou entendedora de bares, restaurantes, comidas, não sou sommelier de coisa nenhuma, não me formei em turismo nem em artes culinárias, enfim, sou uma pessoa como você: que gosta de comer, beber e dar umas bandas por aí.

-pin-ups-33

Moro em Porto Alegre, uma cidade, que falem bem, falem mal, tem sim, muita coisa para fazer, ver e …oba! comer e beber!
Às vezes ando por alguma rua que fazia tempo que não circulava por ela, e…pimba! um bar, bistrô, ou boteco novo. Aliás…atenção com a palavra BOTECO, que também pode ser substituída por ARMADILHA. Nos “botecos” de hoje tu vai pagar 30 pila por uma caipirinha e uns 50 pila por uma porção de bolinho de arroz. Deturparam o boteco, meu povo! Cadê o governo?

Minha família inteirinha é de italianos, portanto, toda a minha existência desde que eu era um óvulo loirinho de olhos azuis, até hoje que sou uma adulta loira(obrigada L’oreal, te amo!), foi permeada, adivinha pelo que? Sim! Comida! Ah, a comida…quem não tem uma relação quase doentia de amor e ódio com a bendita da comida? Eu tenho e muito. Adoro quando eu ataco ela e odeio quando vejo os estragos que ela faz no meu abdômen.

Minha mãe cozinha muito bem, meu pai assava um churras nota 100, e meu irmão cozinha muito bem, e eu tenho lá meus dons de dona Benta. Portanto, não é qualquer molho de sachê com miojo que faz meus olhos brilharem. Eu gosto de comer e sei do que eu gosto, ou não.
Beber também é algo que mantém a vida adulta um tiquinho menos insuportável, né? E comida e bebida se complementam. Confesso que no meu dia a dia, minha bebida principal é água mesmo, assim, pura, sem bolinhas, bem sem graça, inclusive nas principais refeições. Mas claro, adoro uma cerveja artesanal, espumante, vinho, suquinhos, enfim, coisas líquidas.

Hum…  Eu gosto de tanta coisa, já fui em tantos e tantos lugares legais que nem sei por onde começar. Ou sei sim, vou começar por dois bares não muito conhecidos em Porto Alegre, mas que me cativaram logo de cara: O Infiel e o Bier Keller.
Aguardem!

IMG-20170404-WA0000Janaina Zorzato, funcionária pública, gaúcha não praticante, colorada por osmose, metida a marombeira, e com um lado Dona Benta.

Pri Por Aí: Pizzaria Temática Cara de Mau- Gramado/RS

1de98c20e6122e4c820991f4d063181c_LSe tem uma cidade que eu sou apaixonada, é Gramado. Se eu tivesse como, juro que me mudava pra lá, sem titubear! Então, é normal que uma vês por mês, eu vá passear por lá, ir em lugares que ainda não fui ou visitar os que gostei. No início do mês de Março , fui novamente e aproveitei para ir na famosa Pizzaria Cara de Mau, que é temática, tem piratas e o interior lembra um navio.

As pessoas me falavam super bem dela, mas os comentários em sites se dividiam entre positivos e negativos, ainda assim, resolvi tirar minhas próprias conclusões. Chegamos às 21h e damos o nome na portaria. Era um sábado e estava cheio, tinha fila de espera. Até aí normal, eu já sabia que era bem movimentado e que se esperava até 2h na fila. Dei meu nome e fui dar uma volta nas lojas e voltei depois. 1h15 após dar o nome fomos chamados a entrar. É bem organizado o sistema de reservas da entrada, achei bem interessante.

20170311_220650

Na entrada, já achei o lugar bonito, tudo lembra um navio, e os sofás para sentar em volta das mesas são bem confortáveis. Rapidamente vem um garçom com roupas de pirata (todos usam!) e nos explica como funciona a pizzaria, que atende sistema de rodízio. Um pequeno barril fica em cima da mesa, onde se vira um lado e aparece  “pizza salgada” e do outro “pizza doce”, assim facilita os garçons virem servindo as mesas.

As pizzas são boas?

Li no Trip Advisor que eles tinham 63 sabores de pizzas, mas nas duas horas em que fiquei lá dentro, não passou mais de 06 sabores na minha mesa. Foi bem demorado o intervalo entre uma pizza e outra, o que achei bem ruim, dado o valor alto do rodízio.Já dos recheios, achei as pizzas bem recheadas, de modo geral. Comi 5 fatias nesse intervalo de tempo e achei ‘ok’. Nada demais, em relação a outras pizzarias boas que já frequentei.

Pizzas simples como strogonoff, frango com catupiry e calabresa não passaram pela nossa mesa.  Vieram duas outras variações de frango, milho, acho que camarão e duas doces. Elas vinham outras vezes. Mesmos sabores.

E o atendimento?

O que mais passou na mesa e que eu acho de fato constrangedor, é o caneco de gorjetas, que um dos garçons passa colocando em cada mesa, e quando alguém dá gorjeta, ele grita o nome da cidade da pessoa que deu e todos os piratas comemoram. Essa gorjeta é opcional, mas ficar vindo na mesa de 15 em 15 minutos com o caneco é incômodo e constrangedor.

Os garçons são bem atenciosos, trazem a bebida rapidamente e eu acabei virando refrigerante na mesa e prontamente o moço resolveu tudo. Trocam os pratos e garfos com bastante agilidade e como são vários, é bem rapidinho para virem na mesa quando solicitados.

20170311_234705

O ambiente

Lá é bem animado, a luz baixa com música animada e o show à parte fica por conta do Jack Sparrow, e o ator contratado além de parecido com o do filme, encarna o personagem e seus trejeitos o tempo todo. Muito gentil, passa de mesa em mesa, tirando fotos com adultos e crianças e dança bastante na hora da “balada do Pirata” que é a hora mais animada da Pizzaria, certamente.

O preço

O rodízio por pessoa custa R$ 63,00 e com as bebidas, minha conta e a do marido ficou em R$ 180. Não lembro se cobraram dez por cento, mas acho que sim. Eu não dei dinheiro na caneca da gorjeta, pois achei muito invasivo aquela caneca passando na minha mesa mais do que as pizzas.

Se eu voltaria? Sim. Pra ver se tenho uma percepção diferente, se vejo outros sabores de pizza e se sou melhor servida. Achei muito cara pelo que deixa de oferecer.  Fiquei desapontada.

E vocês, já estiveram por lá? O que acharam?