Categoria: Aleatoriedades

Dicas sobre bares, baladas e viagens: Jana

Bem, então a Priscila teve a  ideia de me convidar para escrever uma coluna no blog dela sobre lugares que frequento e curto. Uma das piores ideias que ela já teve, coitada! Mas enfim, como diz aquele ditado: cuidado com o que você pede pois pode conseguir. E ela conseguiu.

Expliquei para a Priscila que tenho uma vida bem corrida, e que não conseguiria escrever com regularidade. Se ela aceitasse textos eventuais e com periodicidade de: sabe-se lá quando, eu toparia. A louca aceitou e eu também.
Portanto, primeiro quero deixar claro que não sou entendedora de bares, restaurantes, comidas, não sou sommelier de coisa nenhuma, não me formei em turismo nem em artes culinárias, enfim, sou uma pessoa como você: que gosta de comer, beber e dar umas bandas por aí.

-pin-ups-33

Moro em Porto Alegre, uma cidade, que falem bem, falem mal, tem sim, muita coisa para fazer, ver e …oba! comer e beber!
Às vezes ando por alguma rua que fazia tempo que não circulava por ela, e…pimba! um bar, bistrô, ou boteco novo. Aliás…atenção com a palavra BOTECO, que também pode ser substituída por ARMADILHA. Nos “botecos” de hoje tu vai pagar 30 pila por uma caipirinha e uns 50 pila por uma porção de bolinho de arroz. Deturparam o boteco, meu povo! Cadê o governo?

Minha família inteirinha é de italianos, portanto, toda a minha existência desde que eu era um óvulo loirinho de olhos azuis, até hoje que sou uma adulta loira(obrigada L’oreal, te amo!), foi permeada, adivinha pelo que? Sim! Comida! Ah, a comida…quem não tem uma relação quase doentia de amor e ódio com a bendita da comida? Eu tenho e muito. Adoro quando eu ataco ela e odeio quando vejo os estragos que ela faz no meu abdômen.

Minha mãe cozinha muito bem, meu pai assava um churras nota 100, e meu irmão cozinha muito bem, e eu tenho lá meus dons de dona Benta. Portanto, não é qualquer molho de sachê com miojo que faz meus olhos brilharem. Eu gosto de comer e sei do que eu gosto, ou não.
Beber também é algo que mantém a vida adulta um tiquinho menos insuportável, né? E comida e bebida se complementam. Confesso que no meu dia a dia, minha bebida principal é água mesmo, assim, pura, sem bolinhas, bem sem graça, inclusive nas principais refeições. Mas claro, adoro uma cerveja artesanal, espumante, vinho, suquinhos, enfim, coisas líquidas.

Hum…  Eu gosto de tanta coisa, já fui em tantos e tantos lugares legais que nem sei por onde começar. Ou sei sim, vou começar por dois bares não muito conhecidos em Porto Alegre, mas que me cativaram logo de cara: O Infiel e o Bier Keller.
Aguardem!

IMG-20170404-WA0000Janaina Zorzato, funcionária pública, gaúcha não praticante, colorada por osmose, metida a marombeira, e com um lado Dona Benta.

Unhas: Suspiro Pink da Dailus

Fazia um tempinho que eu não usava esmalte rosa, né? Quem me acompanha no Instagram @shampoodelaranja deve ter notado isso. Tinha bastante cor escura, como preto e cinza ou acabava ficando na cartela dos nudes. Mas sempre com glitter. Nessa semana, escolhi um esmalte da Dailus, que é do Ateliê onde faço unhas com a Cindy.

É um rosa escuro, mais fechado, mas é rosa e não vermelho e nem vinho. Dá bem pra distinguir das demais cores. Estou  bem surpresa com a qualidade do esmalte, pois é bem pigmentado, e só precisamos passar uma camada de esmalte nas unhas.

unhas

O nome da cor é Suspiro Pink. Esse foi o primeiro esmalte da Dailus que usei e agora, também vou incluir na lista de marcas queridinhas para usar, pois a qualidade é bem bacana.

Ah, devem ter estranhado as unhas curtas depois do alongamento, né? Pedi pra Cindy cortar e decidimos que manteríamos o acrílico do tamanho das minhas naturais por um tempo, pois vamos fazer só banho de acrílico agora para minhas unhas ficarem mais resistentes. Na semana que vem, tenho que fazer manutenção e mostro pra vocês tudo por aqui.

Gostaram da cor?

60 dias para mudar!

Se eu não colocar prazos curtos e metas reais, nunca vou conseguir atingir meus objetivos. Eu, pelo menos sou assim. Haja visto a quantidade de projetos disso ou daquilo que publiquei e não cumpri. Então, dessa vez, é um projeto que começou dia 10/02 e precisa dar certo até dia 10/04, que é o dia em que inicio minha viagem de aniversário. Sim, esse ano eu vou comemorar aniversário onde eu queria ir desde adolescente, mas meus pais nunca tinham dinheiro pra me enviar nas excursões do colégio, então vou para o Beto Carrero World.

betoca

Comprei ingressos para o parque, para shows, agendei pousada e antes, ainda vou passar 5 dias em Garopaba, curtindo um pouco o litoral de SC, tudo agendadinho também. Estou louca para passear nas praias, rever alguns amigos que estão morando por lá nos balneários e descansar. Mas eu quero poder tirar fotos sem me sentir tão desconfortável comigo. E eu perdi aqueles 14 quilos e desde então, mais nada. Não engordei mais , mas emagrecer que é bom, nada.

60 dias

O que é o #60diasparamudar?

  • Me desafiei  a sair da casa dos 90 kg ou o mais próximo que eu conseguir disso.  Estou com 95,6 hoje. Quero perder esse peso até o dia da viagem com saúde, sem dieta louca e sem nada que me prejudique. Parece pouco, mas acredite, pra quem é viciado em comer, é muito e é um baita desafio!
  • Eu estava tentando clarear meu cabelo que estava maravilhoso, longo e preto. Tentei remover a coloração e o que consegui foi um cabelo mais seco que o deserto, elástico e sem vida, além de ter precisado cortar na altura dos ombros. Vou fazer um extreme makeover para que ele esteja digno e pretíssimo no dia da viagem. Já comprei um arsenal de cosméticos pra isso!

O que estou fazendo para alcançar minhas metas?

Para tentar perder esse peso que mencionei, para a meta a curto prazo, estou ajustando as quantidades de comida para porções menores, mas não estou me privando de nada. Inclusive aos finais de semana vou tomar um pouco de refri. Não que faça bem, mas eu gosto. Um copo sábado e outro domingo não trarão alterações.

Comprei uma esteira e coloquei na sala, então, assisto jornal e dou umas caminhadas. Ela é elétrica, mas é residencial e vai até a velocidade 8. Não dá para correr, mas eu caminho e para minha necessidade, está adequada para o momento.

Já nos cabelos, eu passei tonalizante preto azulado, porque decidi que é melhor pintar cabelo branco do que ficar careca de tanto descolorir (meu fio é fino, não suporta mais) e estou fazendo reposição de massa semanalmente, hidratações, umectação e tudo mais que eu puder fazer para meu cabelo crescer saudável e ficar bonito como estava antes de eu inventar moda.

E eu divido isso com vocês, porque eu me sinto bem aqui, vocês entendem que sou uma pessoa real, que falha, que tem coisas boas, mas que nunca tenta ser aquilo que não é. Sou muito verdadeira aqui e pretendo ser assim.

Se vocês tiverem dicas pra me ajudar a turbinar isso, me ajudem!

Um beijo e espero que antes do dia eu alcance as minhas metas de possa compartilhar aqui com vocês.

 

Resenha: Shampoo e máscara linha Cavalo Forte da Haskell

Quando eu decidi cortar meu cabelo no meio do ano passado, resolvi usar produtos para fortalecer o fio, dar corpo ao cabelo, já que eu sei que crescimento é de dentro pra fora (por isso tomo Nitrahair), mas se eu deixar de cuidar dos fios, eles quebram e aí nunca que vão parecer mais longos e sim, quebrar e parecer sempre do mesmo tamanho. Isso é uma queixa bem comum. Todo cabelo cresce, alguns quebram e por isso parecem sempre iguais, mas basta usar cremes certos para cada tipo de problema, que logo melhora. Haja paciência!

Eu vi a propaganda desses produtos da linha Cavalo Forte  da Haskell pelo Facebook, e logo me interessei. Eu custei a resenhar, pois já devo estar usando produtos da linha há pelo menos seis meses. Estou no meu terceiro pote de 500g da máscara já! Essa linha é bem bacana, ainda mais se o cabelo for fino e quebradiço como o meu.

DSCN3235

Principais ativos:

  • Biotina: Tem ação hidratante  e fortalece o cabelo.
  • Queratina: A proteína que forma o cabelo, e que vamos perdendo ao longo de processos químicos.
  • Pantenol: agente hidratante, faz com que os fios fiquem maleáveis e mais macios também.

Shampoo:

Tem a cor linda, bem dourado, cheio de brilhinhos. Ajuda a limpar o fio, mas sem deixar ressecado, facilitando os dedos passarem entre os fios na  hora da lavagem. É um shampoo com formulação especial, na hora da aplicação nota-se a diferença. O cabelo fica soltinho, porntinho para receber a máscara. No mais, achei meio dispensável,dou mais importância para a máscara de tratamento. Poucos tem coragem de escrever, mas eu falo claramente sobre shampoos pois são poucos que me conquistam. Esse não é um deles. É bom, mas posso aplicar outro e só usar a máscara.

DSCN3277

Máscara:

Uma máscara de preço razoável, que eu gosto bastante. Tanto que já estou no terceiro pote! Ela deixa o cabelo bem maleável e acima de tudo, forte. Já na primeira aplicação, o cabelo ganha mais corpo e não fica mais elástico. Nas pontas eu tenho um pouco de progressiva ainda e meu cabelo estava sem vida, elástico. Com o uso contínuo de produtos de tratamento, inclusive essa máscara, o cabelo foi ficando inteiro e menos quebradiço. Sem falar na porosidade que foi embora dos meus fios.

A cor é branca, então pode ser usada por moças com todas as cores de cabelo, sem medo de manchar. Aconselho a usar também antes de processos químicos, como na semana que vai descolorir, fazer progressiva ou alisamentos. E após para continuar a restauração dos fios, também. Não fico mais sem!

O shampoo eu paguei R$ 23 e a máscara, R$ 35 em uma loja de cosméticos perto da minha casa. Eu já havia usado outros produtos da Haskell e esse é um dos que adorei!