Jana por aí: Bier Keller

E a bola da vez é o Bier Keller!

O BK, como é amorosamente chamado pelos seus assíduos frequentadores, ou melhor dizendo, seus fãs, não é exatamente um bar típico, aberto ao público, é na verdade, uma espécie de clube fechado que só entra quem for convidado por outro frequentador do BK. Interessante, não?

Fica numa casa muy simpática e aconchegante, ali na João Abbot, no bairro Petrópolis, em Porto Alegre.

Esse sistema diferentão, deixa o BK com cara de “casa de amigos” e é exatamente assim que você vai se sentir! Não tem garçom, nem garçonete, você mesmo pega seu copo, que a Gerti, o Vitório ou teu amigo que te levou, vai indicar onde fica, tu mesmo pega a tua cerveja que pode estar em uma das geladeiras do andar superior ou na fantástica câmara fria que fica no porão da casa.

No BK tem todos os tipos de cervejas que tu puder desejar, sonhar e  imaginar: Weiss, blonde, red, IPA, rausch, e até pilsen e lager, enfim, um paraíso para os adoradores de cervejas artesanais. E tem também, algo bem difícil de se conseguir por aí, o maravilhoso Hidromel. Nunca provou? Então corre pro BK! Ah! Não! Tem que esperar convite, amiguinho! Não é bem assim não…

Além das cervejas maravilhosas e devidamente geladinhas, temos um saboroso buffet de petiscos e belisquetes, com queijos, conservas, presuntos. E  todos os dias a Gerti prepara algum prato espetacularmente bem temperado e eu garanto, seja o que for o prato do dia: joelho de porco, cordeiro, carne de gado, estará apenas maravilhoso, porque ela  é uma cozinheira que já recebeu mil estrelas do “Guia Michelin dos nossos corações”. Ah! O pão caseiro que ela faz também é pra recuperar a fé na vida outra vez!

O ambiente é super acolhedor, tem até lareira, um quintal maneiro, um porão para reuniões mais secretas e reservadas, mesas grandes para amigos e menores  para casais.

Não tem música ao vivo (aleluia!!) o que permite conversas, risadas e papinhos ao pé do ouvido sem necessidade de gritaria e de “o que foi tu disse? Não entendi” ,o tempo todo. Também não tem wifi, é o famoso “conversem entre si, seus chatos!”. Mas leve seu celular, porque o ambiente super cool do BK permite mil fotos lindinhas para bombar seu Instagram.

Bier Keller:  Rua João Abott, 596 – Petrópolis. Porto Alegre/RS 

Então, agora torce para algum amigo frequentador te convidar pra ir lá, aposto que tu vai gostar!

JANAINA ZORZATO, FUNCIONÁRIA PÚBLICA, GAÚCHA NÃO PRATICANTE, COLORADA POR OSMOSE, METIDA A MAROMBEIRA, E COM UM LADO DONA BENTA.

Resenha: Pore Refiner Sébium da Bioderma

Post por em Beleza, Pele

Faz um tempinho que resenhei (neste post) a água micelar para pele oleosa da Bioderma  no blog, e disse que quando pudesse iria comprar o Pore Refiner  para testar. Então, em um passeio com a querida Verena Barros do blog Nunca Saio sem Make,no Iguatemi, aqui em Porto Alegre, eu resolvi comprar esse produto para testar. Afinal, quem tem pele oleosa e poros abertos tá quase sempre em busca de um produto que ajude nisso.

Ele é branco, mas a textura é bem leve e aquosa, então, ele penetra na pele quando é aplicado. Dá pra qualquer tom de pele, até porque ele é dermocosmético e não uma maquiagem. Inclusive já aviso que dá pra aplicar antes da maquiagem, mas esses detalhes eu já explico aqui no post.

Nas primeiras aplicações notei pouca diferença na textura da pele, mas como ele vai tratando a pele, com o tempo notei que a pele tem ficado mais sequinha e os poros menores. Ele não faz com que os poros fiquem invisíveis como alguns primers, mas ele deixa a pele com um resultado de poro menor por mais tempo, e a pele fica bem mais sequinha. Tem dias como hoje, que saí de cara lavada de casa e só coloquei ele e depois um filtro solar para sair, porque ele garante pele seca quase o dia todo. na real, minha pele começa a ficar oleosa de novo lá pelas seis da tarde, então o efeito dura umas boas 8 horas, aproximadamente.

Dá pra usar ele antes da maquiagem também, mas tem que esperar ele ficar sequinho antes de começar a passar os produtos. Ele segura bem a oleosidade quando usado em conjunto com a maquiagem também.  Achei bem interessante essa proposta de ser um dermocosmético para esse efeito, pois normalmente vemos isso em cosméticos, que tiramos com água e existe apenas um disfarce óptico  por um período determinado de tempo e o Pore Refiner é bem superior nesse quesito.

Composição: AQUA/WATER/EAU, METHYL METHACRYLATE CROSSPOLYMER, DIPROPYLENE GLYCOL, CYCLOPENTASILOXANE, CYCLOHEXASILOXANE, DIMETHICONE, GLYCERIN, BUTYLENE GLYCOL, FOMES OFFICINALIS (MUSHROOM) EXTRACT, SODIUM POLYACRYLATE, SALICYLIC ACID, DODECYL GALLATE, GINKGO BILOBA LEAF EXTRACT, MANNITOL, XYLITOL, RHAMNOSE, FRUCTOOLIGOSACCHARIDES, LAMINARIA OCHROLEUCA EXTRACT, SILICA, TRIDECETH-6, C30-45 ALKYL CETEARYL DIMETHICONE CROSSPOLYMER, LAURYL PEG/PPG-18/18 METHICONE, CAPRYLIC/CAPRIC TRIGLYCERIDE, MINERAL OIL (PARAFFINUM LIQUIDUM), PENTYLENE GLYCOL, 1,2-HEXANEDIOL, PEG/PPG-18/18 DIMETHICONE, CAPRYLYL GLYCOL, PROPYLENE GLYCOL, SODIUM HYDROXIDE, CITRIC ACID, DISODIUM EDTA, FRAGRANCE (PARFUM). [BI 600]

Eu paguei R$ 89 na Droga Raia do Shopping Iguatemi e acho que o produto vale o investimento, pois além de cumprir o que promete, ele rende bastante. Tem também na Panvel e em várias lojas de cosméticos online para vender. O preço varia de R$ 85 a R$ 100 dependendo da loja.

Fica a dica pra quem tem pele oleosa e acneica, porque esse produto é muito bom para o nosso caso.

Resenha: Gloss de Reparação Lola Cosmetics

Ponta dupla é um pesadelo, ainda mais pra quem está deixando o  cabelo crescer, como eu. Mesmo depois de ter feito o corte bordado e comprado até uma split ender, de vez em quando aparece uma ponta ou outra que precisa de tratamento e na maioria das vezes, uma tesoura ou uma passada da máquina.Falando nisso, vai sair o post do split ender em breve, viu!

Esse produto da Lola foi comprado bem ao acaso, estava na Belshop, no shopping Total, comprando algumas coisas para o cabelo, quando vi esse produto na prateleira e quis comprar. Gostei porque a textura é quase creme, diferente de outros reparadores que encontramos. Aliás, tem um reparador de pontas fantástico do fabricante Schwarzkopf, o Sealed Ends, que é muito parecido com o Apertem os Cintos! A ponta dupla sumiu! da Lola.

Esse produto ajuda a reparar as pontas, pois é um produto que traz  vários  benefícios, ele  traz  a maciez, mais força, aumenta os níveis de umidade do cabelo, e ainda protege os cabelos do secador e chapinha. O produto tem um mix de ativos que protegem inclusive contra danos  futuros. Pontas saudáveis e o cabelo crescendo de novo: QUERO!

Ele tem a consistência leve, não é bem um creme, é como se você colocasse um pouquinho de água no seu leave-in. Penetra bem nos fios e não pesa. Tira aquele efeito de espigado das pontas e desde então, estou em um caso de amor com ele, pois a minha franja era meio tremida, não parecia fazer parte do meu cabelo, uma textura estranha das pontas, sabe?

 

Os ativos principais dele são: extrato de chá verde, extrato de coco, extrato de lavanda, óleo de patauá. Ele é livre de: glúten, sulfatos, corantes sintéticos, ftalatos, OGMs, silicone insolúvel, cloreto de sódio, parabenos, óleo mineral, parafina.

Composição:  Aqua/Water/Eau | Stearamidopropyl Dimethylamine | Cetrimonium Chloride | Caprylic/Capric Triglyceride | Oenocarpus Pataua Fruit Oil | Polysorbate-80 (Coconut Derived) | Amaranthus Caudatus Seed Extract | Euterpe Oleracea Fruit Extract | Lavandula Angustifolia (Lavender) Flower Extract | Phytosteryl/Octyldodecyl Lauroyl Glutamate | Hibiscus Sabdariffa Flower Extract | Camellia Sinensis Leaf Extract | Theobroma Cacao (Cocoa) Extract | Sodium PCA (and) Sodium Lactate (and) Arginine (and) Aspartic Acid (and) PCA (and) Glycine (and) Alanine (and) Serine (and) Valine (and) Proline (and) Threonine (and) Isoleucine (and) Histidine (and) Phenylalanine | Butylene Glycol | Citric Acid | Lactic Acid | Dehydroacetic Acid (and) Benzoic Acid (and) Benzyl Alcohol | Disodium EDTA | Potassium Sorbate | Fragrance/Parfum, Hexyl Cinnamal, Benzyl Salicylate, Linalool, Geraniol, Butylphenyl Methylpropional, Limonene, Benzyl Benzoate, Citronellol, Benzyl Alcohol, Amyl Cinnamal, Isoeugenol, Geraniol, Citral, Coumarin. |

Aos poucos tenho conseguido ir recuperando meu cabelo, pois ele estava enorme e eu fui inventar moda e tive que cortar e ele ficou fraco. Já está bem melhor, mas vai ficar ótimo, como estava e todo o processo e os produtos que estão ajudando, eu vou postar aqui, como sempre.

Fica esta super dica! Tem para vender em lojas de cosméticos, na internet, na farmácia Panvel e em outras. O preço médio é de R$ 30.

Beijoca e espero que gostem da dica!

Batons “diferentões” que eu amo

Essa semana eu estou falando bastante de maquiagem, né? Talvez seja porque comecei a querer usar maquiagem novamente, depois de um tempo só usando em ocasiões especiais. Cansei de sair sem base, pó, nada. Apenas um filtro solar e era isso. A vida tem esses dias também. E tudo bem sair de cara lavada, afinal, temos esse direito.

Mas tenho uma paixão, que começou quando eu quis muito aquele batom pink famoso da Mac, o Candy Yum Yum. Um rosa pink power chamativo, com leve fundo azulado. Todo mundo tentou imitar, mas no fim só ele tinha aquela cor. Depois veio o Heroine e assim, fui gostando de batons diferentes.

Hoje vou falar desse lindo, o Dew, da Mac, que vi quando fui buscar um batom para presentear uma amiga e na hora, comprei um outro tom mais neutro pra ela e escolhi esse lilás com fundo azulado para trazer para casa. As pessoas estranham quando olham eu usando, porque é uma cor que chama atenção, mas eu não me importo. Eu realmente gosto dessas cores meio #crazy para batons.

Ele tem acabamento satin, que não é bem seco, o que deixa o batom super fácil de aplicar e ele desliza facilmente nos lábios. Adorei usar ele com olho com rímel bem preto, lápis preto e delineador, tudo power escuro. Dá um destaque só para o batom. Ele fica melhor quando usado com a pele feita, com base, essas coisas. Com a cara lavada e batom, me senti a “Caitlin Snow” transformada na Nevasca em The Flash (quem mais ama o seriado?).

Já esse é nacional, um amorzinho e combina super com o nosso inverno aqui no sul. Ele é um cinza, com acabamento matte (ou mais ou menos matte), fácil de aplicar. Custa menos de R$ 30  e é da coleção Tracta Blogs. É o batom da Bruna Tang 

Como ele é matte, mas tem um quê  de cremoso, é bem fácil de aplicar nos lábios, fica um acabamento bonito e bem fácil de usar. Esse até de cara limpa vai, mas eu curti usar em conjunto com um olho com bastante rímel e blush com tom vinho. Eu comprei ele pela internet, pelo site da Tracta. 

Eu tanto gosto dos batons diferentes, que minhas fotos das redes são usando o batom azul marinho metálico da Vult. Uso e adoro! Falando em cores diferentes, estou doida para testar o blush preto, já ouviram falar?