Boca de Bonita

em Sem categoria

 

Nosso rosto é, definitivamente, nosso cartão de visitas. E, vamos combinar, não é nada fácil manter sempre saudável  essa fachada de boas vindas.

Acontece que nossa face é composta por muitos elementos; são vários detalhes que constroem essa aparência legal que queremos oferecer para o mundo e também pra nós mesmas. Aliás, primeiro para nós e depois pros outros, não é? Felicidade vem de dentro, o resto é verniz e sai com água…rs

Hoje vamos nos concentrar em um ponto que negligenciamos muitas vezes, dedicando mais batom do que cuidado: nossos lábios.

A pele dos nossos lábios é bem diferente de outras áreas do corpo. Isso acontece porque esse tecido não possui glândulas sebáceas, nem sudoríparas. Por isso ela precisa muito da nossa ajuda na proteção contra as agressões (frio, vento, sol), já que ali não existe a produção natural da mistura protetora do nosso corpo, formada basicamente por gordura e suor. O resultado da falta desse filme protetor natural a gente conhece muito bem, infelizmente: ressecamento e descamação.

Quando estamos doentes por algum motivo, nossa fisionomia sempre fica entristecida, não fica? Nossa pele perde o viço como um todo e, nos lábios, essa baixa fica bem evidente. Nossa boca fica mais murchinha e ressecada, coitada. Não é à toa que lábios hidratados e naturalmente rosadinhos sejam sinônimo de saúde!

Um bom produto para cuidar dos lábios precisa de elementos simples, mas de qualidade indispensável. Procure sempre por opções que contenham ativos vegetais, como manteigas e óleos naturais. Eles hidratam e lubrificam a superfície dos lábios, mantendo a maciez e elasticidade. Procure também por fórmulas com vitaminas, elas evitam a formação de radicais livres.

O tratamento, o cuidado, é diferente do embelezamento em si. A gente trata antes, para ficar bonita depois. Digo isso porque nem sempre os produtos para a proteção dos lábios têm sabor e odor agradável. Com componentes vegetais em sua maioria e caráter terapêutico, grande parte das fórmulas dispensam essências e corantes artificiais. Isso faz com que o odor e sabor predominantes seja mesmo o das matérias primas, nem sempre agradáveis.

Mas não deixe que isso atrapalhe sua meta de ter e manter lábios bonitos! Utilize os produtos conforme o fabricante indica (alguns à noite, outros antes da maquiagem) e o resultado final será tão satisfatório que você nem vai lembrar que o aroma do protetor não é lá essas coisas…

Pra finalizar, não se esqueçam: evitem o hábito de umedecer os lábios com a língua. A saliva é ácida e piora o ressecamento, aumentando as rachaduras. Mantenha um lip balm sempre à mão.

Se seus lábios já estiverem rachados, evite batons cremosos e de cores intensas. Eles acumularão nas fendas e o efeito não será bonito nem saudável. Os pigmentos coloridos podem aderir às pelinhas que estão soltando e piorar o quadro de desidratação.

Falando em pelinhas, NUNCA arranque-as! Capriche no hidratante e esfolie delicadamente com uma escova de dentes infantil, bem macia, antes de aplicar seu batom ou antes de dormir. Nesse caso, você pode esfoliar e em seguida aplicar um lip balm desses bem melecados, pra potencializar a hidratação e regeneração do tecido.

No dia a dia a preferência é batons e glosses com proteção solar.

Pronto, agora é só beijar moooito!

Já usei e recomendo:

– Epidrat Lábios FPS 30 Mantecorp
– Ceralip La Roche-Posay
– Lip Balm #1 Kiehl’s
– Linha Lip Care Nivea
– ChapStick®
– Carmex®
– EOS Lip Balm Smooth Spheres

Os mais citados na blogosfera:

Manteiga de Cacau em Bastão, várias marcas – É um ótimo protetor pra usar a todo momento. Só fica devendo para os demais produtos por não tratar danos já existentes. É melhor usá-lo para prevenir o ressecamento.

Bepantol, Bayer – Desenvolvido para tratar assaduras e rachaduras na pele de crianças e adultos, o Bepantol é uma espécie de “unanimidade” em matéria de queridice entre as brasileiras. É usado na forma de pomada para tratar lábios, cotovelos, pés, cutículas, olheiras e absolutamente tudo que necessite de hidratação. Têm ação regenerativa.

Eu, particularmente, prefiro usar a versão líquida nos lábios, porque a pomada tem odor e sabor acentuados e, de qualquer forma, não deve ser ingerida. Aplico o líquido sempre com um cotonete, por ser descartável e eliminar o risco de contaminação do produto. Essa versão também é ótima para usar em hidratações caseiras dos cabelos. Basta misturar um pouco (2ml, medidos com seringa) à uma máscara capilar.

Blog da Vivi: www.poptopic.com.br